Sobre Nós

O site Receitas da Lu foi lançado com o objetivo de compartilhar as melhores dicas e informações para auxiliar e agregar informações,  e muitas outras coisas relacionadas as pessoas que amam cozinha. Tendo como missão, detalhar, informar e ensinar tornando o público do site a frente de todos outros leitores e pessoas comuns!

Contamos com sua participação para nos ajudar a manter este site sempre atualizado com as melhores informações.

A primeira coisa que vem à cabeça na maioria das pessoas quando se fala em chef de cozinha é uma profissão glamorosa e cheia de estilo. E ela tem tudo isso, mas também uma enorme prestação de dedicação e comprometimento.
No ambiente de uma cozinha, os profissionais de gastronomia passam por um ciclo de desenvolvimento desde comuns, passando por cozinheiros, super chefs até chefs de cozinha. Muitos restaurantes e estabelecimentos culinários atribuem-se um papel de qualificador em vez de esperar que o profissional adquira toda a especialização necessária em diversas instituições de ensino. Para se ter uma ideia, somente após quatro anos de trabalho na área é possível obter um registro profissional de cozinheiro. Ou seja, é comum “subir na carreira” dentro do próprio restaurante.
No entanto, quem já mostra algumas competências e habilidades no processo inicial tem mais chances de ascender na carreira. E isso está muito ligado às questões de perfil do profissional formado em gastronomia.
Por exemplo: um profissional que tenha conhecimentos de culinárias específicas, como vegetariana, funcional, assim como alguém que conheça novas metodologias e técnicas estão um passo à frente na hora de buscar uma vaga no mercado. Por isso é necessário sempre se manter atualizado e – por que não? – ter um bom entendimento de biologia tanto dos alimentos quanto dos benefícios e malefícios para o corpo humano.
Qual o perfil do profissional formado em Gastronomia?
Antes de mais nada, o chef de cozinha deve ser criativo e comprometido. Ele vai usar esta característica em todo o processo – desde a seleção dos ingredientes até a junção de sabores nos pratos. Hoje a gastronomia trata-se mais de uma experiência do que necessariamente da alimentação. Por isso surpreender é fundamental.
Ter um paladar apurado e vontade de conhecer novos alimentos é crucial para um bom trabalho, assim como as pesquisas constantes para buscar novas referências e combinações.
Outro ponto muito valorizado é a capacidade de trabalhar em equipe. O convívio e o comprometimento do trabalho em conjunto é diário e para isso é fundamental que o profissional de gastronomia tenha bom relacionamento entre pessoas e facilidade para lidar com condições diferentes.
Uma qualidade muito certificada pelos estabelecimentos culinários é a habilidade com as questões mais ligadas à parte financeira e administrativa de uma empresa. Tanto é que muitos cursos tecnólogos e de graduação já introduziram essas disciplinas na grade curricular. Um bom chef compreende todo o processo de confecção de pratos e de relacionamento com fornecedores. Ele entende de gestão e planejamento financeiro, controle de administrativo do espaço e de seus funcionários.